Funarte: R$ 161 milhões para as artes


Matéria originalmente publicada no caderno de Cultura do jornal O Globo em 3 de agosto de 2012.

Verba, a maior na história da instituição, será destinada a ações até 2013

RIO – Acompanhado da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Antonio Grassi, anunciou anteontem, no Palácio Gustavo Capanema, o Programa de Fomento às Artes da instituição. Com orçamento de R$ 161,7 milhões, o maior na história da Funarte, 60% acima do de 2011, o programa contempla diversas áreas com prêmios e bolsas para criação e residência artística, cursos de capacitação técnica, além de ações internacionais como o Ano do Brasil em Portugal e o Ano de Portugal no Brasil, que começa no dia 7 de setembro e termina em 10 de junho de 2013. A agenda internacional inclui a Mostra Personagens e Fronteiras, o 30º Congresso Mundial de Educação Musical, a Bienal de Veneza e a Bienal de Havana, entre outros eventos escalados para acontecer até o ano que vem.

O circo, o teatro e a dança receberão um montante de R$ 43,6 milhões. O valor será dividido em editais para os prêmios Myriam Muniz (de teatro), Klauss Vianna (de dança), Luso Brasileiro (de dramaturgia) e Artes na Rua, entre outros, além de festivais como o Mambembão, bienais, seminários e mostras. A área da música receberá R$ 18,8 milhões em editais que contemplam o Centenário de Luiz Gonzaga, além dos prêmios de composição clássica, música brasileira e outros. As artes visuais receberão R$ 12,5 milhões, usados para os prêmios de Arte Contemporânea, voltado para ocupação de espaços, o Marcantonio Vilaça (de artes plásticas) e o Marc Ferrez (de fotografia).

Além desses valores, R$ 33,8 milhões serão endereçados a programas que mesclam outras atividades artísticas, como o Prêmio de Criação Literária, projetos de residência em Pontos de Cultura, assim como editais de apoio a festivais de outra áreas. A Funarte destinará ainda R$ 43,4 milhões para projetos de restauro e reequipamento de espaços culturais como o Teatro Brasileiro de Comédia, em São Paulo, e o Centro Cultural Aldeia de Arcozelo, no município de Paty do Alferes, no estado do Rio.

Publicidade

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.