Articulações – Mundos Possíveis / Recife

PALAVRANDO - Recife. (photo credit Joaquim Castro

Articulações – Mundos Possíveis é a segunda edição do Fórum de Artes Performativas que propõe uma experiência intensa de intercâmbio, criação e pesquisa artística. A programação inclui workshops teórico-práticos, seminários, debates e a apresentação de performances, que acontecerão de 25 a 30 de novembro de 2014, no Museu da Cidade do Recife no Forte das Cinco Pontas, em Recife – PE.

Ao reivindicar o espaço da experimentação e da interdisciplinaridade artística, o Fórum promoverá o encontro de artistas, teóricos e público em geral numa prática de imersão, interrogando pontos de vista e explorando potencialidades poético-políticas.

Articulações – Mundos Possíveis se desdobrará em três eixos complementares:

  1. Oficinas prático-teóricas
  2. Seminários e debates
  3. Apresentação de performances

Durante uma semana, atravessaremos diferentes aventuras criativas.
Nos períodos da manhã, alternaremos entre dois workshops de composição teórico-práticos; nos turnos da tarde, teremos apresentação de seminários em torno de práticas artísticas e políticas da subjetividade, seguidos de debates. E, em momentos pontuais, teremos performances abertas ao público.

MUNDOS POSSÍVEIS – Nesta edição, Articulações busca refletir sobre as possibilidades de composição e transformação de perspectivas para a realidade através da arte. Em que medidas a prática performativa se desdobra e mobiliza formas de vida? De que maneiras a arte manifesta o estado do mundo?

Possibilidades de (re)invenção da cena, do corpo e da comunidade. Exploração de diferentes modos de linguagem. Interconexão entre o sensual e o conceitual. O desejo como conhecimento. Articulações – Mundos Possíveis é um convite, um gesto e uma pergunta.

Oficinas prático-teóricas

Performar. Um workshop em ação
De 28 a 30/11/14 – 9h às 12h

Proponentes: Eleonora Fabião (Professora Adjunta, Curso de Direção Teatral, Escola de Comunicação, UFRJ) e André Lepecki (Associate Professor, Dept. of Performance Studies, NYU)
Este workshop pretende abordar alguns dos temas que, no momento, inquieta-nos enquanto criadores, trabalhando na convergência das áreas da performance, da dança, do teatro e da teoria da performance.

Interessa-nos pensar conjuntamente sobre a urgência da performance e sua contribuição para uma ação estética simultaneamente acutilante e ponderada sobre o que nos cerca. Por via de uma série de experimentações corporais, dramatúrgicas e plásticas propomos conhecer e explorar o ato performático enquanto ato sutil e potente, onde o corpo atento do performer negocia e embaraça abstração e concretude, representação e presença, materialidade e imaterialidade.

Como adequar nossas práticas artísticas a uma “política performativa” criticamente atenta aos seus modos de atuação no mundo?

O workshop abordará estes temas por via de um trabalho específico sobre o corpo enquanto campo de forças em permanente estado de mutação e multiplicação. Corpo social, corpo linguístico, corpo imaginante, corpo filosófico, corpo atento, corpo receptivo, corpo histórico, corpo acidentado, corpo paradoxal, corpo muitos.

Por via de uma série de práticas baseadas na tradição da performance art, investigaremos coletivamente de que modo o performer pode descobrir, produzir, e atuar tal corpo maleável e atento. Paralelamente às práticas, analisaremos, leremos e discutiremos algumas obras-chave para a teoria da performance dos últimos 40 anos.

Eleonora Fabião é performer e teórica da performance. Professora da graduação e pós-graduação em Artes Cênicas da UFRJ, é doutora em Estudos da Performance (New York University). Desde 2008 performa nas ruas do Rio de Janeiro e variados centros urbanos. Suas ações investigam poéticas e políticas do encontro e da precariedade. Em 2011 recebeu o prêmio Funarte Artes na Rua. Instituições onde lecionou recentemente incluem: Pós-Graduação em Estudos da Performance (New York University), Departamento de Estudos do Teatro (Freie Universität Berlin), Norwegian Theatre Academy, Departamento de Artes do Movimento (IUNA Buenos Aires) e SP Escola de Teatro (São Paulo).

André Lepecki é Associate Professor no Department of Performance Studies, New York University e Research Professor na Stockholm University of the Arts. Doutor pela New York University é curador e ensaista. Autor de Exhausting Dance: Performance and the Politics of Movement (traduzido atualmente em 9 línguas). Coordenador editorial de Of the Presence of the Body, The Senses in Performance (com Sally Banes) Planes of Composition (com Jenn Joy, 2009) e Dance. Curador-chefe do Festival IN TRANSIT em 2008 e 2009, na Haus der Kulturen der Welt, Berlin. Co-curador e diretor do re-enactment autorizado de 18 Happenings in 6 Parts de Allan Kaprow, Haus der Künst, Munique, com o qual recebeu o prémio “Best Performance 2008″ da Association Internationale de Critiques d’Art (AICA-USA). Co-curador do arquivo interativo Dance and Visual Arts since the 1960s, para exposição Move, na Hayward Gallery, Londres. Palestrante convidado na Princeton University, Brown University, Universidade de Basel, Freie Universität, Museo Reina Sofia, MACBA, MoMA, UFRJ, UFSC entre outras instituições nos EUA, Europa e Brasil.

Composição em Movimento
De 25 a 27/11/14 – 8h às 13h

Proponente: João Lima (coreógrafo e intérprete independente)
Este workshop propõe oferecer um espaço para praticar a reflexão e refletir a prática. Cada participante será convidado a experimentar, questionar, estimular e debater seus próprios trabalhos artísticos em seus diferentes estágios de criação.

Aqui o interesse situa-se na geração e desenvolvimento de materiais artísticos através de uma diversidade de estratégias criativas. Observaremos os trabalhos a partir de um olhar crítico e da análise de seus aspectos teóricos, estéticos e dramatúrgicos.
Daremos uma atenção especial à composição da cena em relação ao seu contexto histórico-social.

Este trabalho acontecerá de forma coletiva: como observar, ao mesmo, tempo, o outro, o espaço e a si mesmo?

Seminários e debates

De 25 a 29/11/14 – 14h às 17h

A Comissão Organizadora do Articulações – Mundos Possíveis selecionará oito (8) propostas de apresentação (teórica ou teórico prática) para conduzirem as discussões durante as 4 tardes do evento. (link para submissão de trabalhos).

Performance PALAVRANDO / Recife – Eleonora Fabião e André Lepecki
Dia 29/11/14 – 20h

PALAVRANDO investiga o ato de fala e o ato de escuta. Para cada lugar, a cada edição do projeto, são escolhidas palavras e ações específicas. Palavras e ações consideradas importantes naquele momento, naquela cidade, naquela circunstância. Diferentes edições de PALAVRANDO foram apresentadas em Berlin (Tanz im August, 2003; Tanz Kongress, 2006), Paris (Centre National de la Danse, 2005), Rio de Janeiro (Festival Panorama, 2006; Festival Atos de Fala, 2011), Fortaleza (Alpendre, 2010), Lisboa (Encontros de Estética, 2011), Graz (The Truth is Concrete, 2012), e São José do Rio Preto (FIT, 2012).

Concepção: Eleonora Fabião e André Lepecki
Textos: Eleonora Fabião e André Lepecki
Duração: 60 minutos

Publicidade

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.