Anticorpos oferece oficinas e espetáculos no Andardebaixo, em Juiz de Fora (MG)

jf 500

No próximo final de semana (09-10/06), em evento organizado pelo CORPO COLETIVO e sediado pelo Andardebaixo, em Juiz de Fora (MG), o grupo Anticorpos – Investigações em Dança apresentará os seus dois últimos espetáculos criados em 2017: Undercurrent – do nervo à unha e Zoé – restos de uma vida nua. Além disso serão oferecidas oficinas de dança butô e contato improvisação. A programação pretende potencializar o diálogo, a reflexão e a produção no âmbito da dança, do teatro, da performance e dos estudos sobre o corpo.

Ingressos paras os espetáculos e inscrições para oficinas através dos contatos abaixo. Sujeito à lotação!
Telefone e whatsApp: 31 99328 5249 (Bárbara Carbogim)
e-mail: barbaracarbogim@hotmail.com

Fique atento à proposta dos COMBOS!
Pra cada evento: R$ 20,00
Combo com dois eventos: R$ 30,00
Combo com três eventos: R$ 45,00
Combo com quatro eventos: R$ 60,00
++ Para garantir sua reserva feita anteriormente com Bárbara Carbogim, o pagamento deve ser feito 30 min antes do primeiro evento escolhido em dinheiro vivo.

P R O G R A M A Ç Ã O

E S P E T Á C U L O S

SÁBADO.09
20h: UNDERCURRENT – DO NERVO À UNHA
O espetáculo compartilha fragmentos de um universo invisível aos nossos olhos mas extremamente óbvio à substância escura que escorre no verso de nossas peles. Sob nossas peles escorrem correntes profundas. Pulsões. Desejos. Ódios. Paixões. Abaixo de nossas peles se ergue um sujeito que antecede as diferenciações de raça, gênero e cor. Sob nossas peles pulsa uma vida nua que nos projeta em uma zona de indistinção, problematizando as dimensões normativas da sociedade. Despidos de nossas peles caminhamos entre a morte e a afirmação da vida.
Ficha técnica:
dança. daniela maia, danilo felisberto, diego abegão, lucas rodrigues, pan ribeiro, vinícius amorim
luz. daniele viola, laura reis
direção. éden peretta

Valor: R$ 20,00

DOMINGO.10
19h: ZOÉ– RESTOS DE UMA VIDA NUA
“Zoé” revela gestos da vida humana que são determinados como restos pela sociedade, trazendo como pano de fundo o conceito homônimo trabalhado pelo filósofo Giorgio Agamben. O espetáculo questiona a soberania do “eu” com imagens de duplos que caminham entre a animalidade e a humanidade, afim de criar uma cena tão simples quanto fantástica, em uma perspectiva surrealista. O espetáculo de dança-teatro apresenta-se em fragmentos, compondo assim uma cena imagética com colagens de sentidos subjetivos ao corpo, tendo influências técnicas e poéticas tanto da dança contemporânea, como do contato improvisação e do Butô.
Ficha técnica:
dança. diego abegão e vinícius amorim
encenação e luz. vinícius amorim
orientação. éden peretta
Valor: R$ 20,00

O F I C I N A S

SÁBADO.09
+ DANÇA BUTÔ
das 14:00 às 17:00, no n’OAndarDeBaixo.
A oficina visa compartilhar alguns princípios técnicos e poéticos desta intrigante manifestação cênica nascida no Japão nas décadas após o fim da segunda guerra mundial. Filha herética de seu tempo, carrega em seus fundamentos tanto elementos pré-modernos da cultura japonesa como a acidez do pensamento da contracultura europeia. A dança butô nos ensina assim possibilidades infinitas de experimentação de nossos corpos, apresentando-nos a potência existente no encontro entre carne, escuridão e poesia.
CONDUTOR:
Éden Peretta é professor do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Federal de Ouro Preto e Doutor em Estudos Teatrais junto à Università di Bologna, Itália. Parte de sua tese foi traduzida e publicada em forma de livro pela editora Perspectiva com o título “O soldado nu: raízes da dança butô” (2015). Na Europa e no Japão participou de cursos e oficinas com diferentes artistas da dança butô, tais como Masaki Iwana, Atsushi Takenouchi, Yumiko Yoshioka, Tadashi Endo, Imre Thormann, Yukio Waguri e Yoshito Ohno.
Valor: R$ 20,00

Público alvo: Interessados pelos tema, com ou sem experiência.
Até 25 pessoas. Liberada para observadores.

DOMINGO.10
+ CONTATO IMPROVISAÇÃO: a pele como testemunha
das 14:00 às 17:00, no n’OAndarDeBaixo.
A oficina propõe um processo de investigação corporal a partir do toque, da escuta interna do movimento e expansão das noções de peso, centro, queda, entre outras pesquisas relacionadas. Estaremos buscando investir de sensações os movimentos, de percepções. Entrar em um território de investigações próprias do corpo de cada participante. São utilizados como “dispositivos disparadores”, para se investigar em dança nesta oficina, princípios da dança contato improvisação e também processos de composição em cena. Criando possibilidades de nos mover em planos diversos de composição através de nossos corpos no espaço. Atentaremos a um corpo possível, permeado pelo que o cerca, sendo a pele este suporte para entrar e sair de danças em contato improvisação, ampliando nosso olhar para e esfericidade do corpo no espaço.
CONDUTORA:
Pan Ribeiro, praticou capoeira, aulas de bio-dança, danças circulares, yoga e encontrou a dança contato improvisação em 2009. Estilo de movimento corporal que se identificou profundamente e segue aprofundando seus conhecimentos e estudos nesta área. Tem experimentado a dança como linguagem principal, tanto na área artística como terapêutica. Graduou-se em Artes Cênicas na Universidade Federal de Ouro Preto em 2015, atualmente desenvolve sua pesquisa de mestrado e participa como integrante desde o início do núcleo Anticorpos – investigações em dança, grupo que se propõe a pesquisa teórico-prática em dança desde 2012, também na Universidade Federal de Ouro Preto.
Valor: R$ 20,00

Público alvo: Interessados pelos tema, com ou sem experiência.
Até 20 pessoas. Liberada para observadores.

+ informações:
Vinícius Cristóvão 32 99137 5584

#corpocoletivo #oandardebaixo #dança #juizdefora #jftemteatro #jftemdança #dançajf #anticorpos #bangalodeirene #amorpelaarte

Publicidade

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.