Instituto Hemisférico de Performance e Política

Instituto Hemisférico de Performance e Política
Iniciativa Hemi de Estudantes de Pós Graduação (Hemi GSI) Quarta Convergência

Desestabilizando as Américas: Hospitalidades radicais e geografias íntimas
5-8 de outubro de 2017 | York University, Toronto, Ontario, Canadá

Chamada para co-coordenadores de grupos de trabalho e/ou workshops de praxis

Prazo1 de fevereiro de 2017

A convergência fala à interseção de múltiplas perspectivas, idéias e corpos – para uma confluência, um ponto de encontro, um encontro. Desestabilizando as Américas: Hospitalidades radicais e geografias íntimas é um convite para responder de forma crítica, estética e cinética à idéia de “espaço de encontro”––infletindo, como é, com histórias de assentamento, deslocamento e reassentamento em todas as Américas. Enquanto que hospitalidade invoca o conceito de relações centradas por encontros (solicitados) entre convidado-anfitrião/pessoa que se muda-pessoa que fica, hospitalidades radicais lida com a ética do agrupamento e sugere uma nova maneira de estar juntos que podem ser tanto utópica e politicamente generativa. Geografias íntimas destaca os domínios micropolíticos––corpos, espaços e relações––que informam e são informados por estruturas sociais e culturais. Desestabilizando sugere a ideia de um movimento, uma mudança de ser inerte para tornar-se um ser incompleto, sendo desafiado, estando desconfortável, mudando perspectivas, desaprendendo ou aprendendo novamente. Desestabilizando as Américas é, portanto, um convite a desestabilizar e a ser desestabilizado: avaliar os nossos próprios lugares em relação uns aos outros e dentro de nossas respectivas histórias coloniais.

No Canadá, essas histórias se tornaram particularmente relevantes em novembro de 2015, quando o governo anunciou o patrocínio de mais de 25 mil refugiados sírios ao país. As agências de imprensa internacionais descreveram a hospitalidade do Canadá como um contraste à retórica do medo e da paranóia que excluíram refugiados e imigrantes em outros lugares. No entanto, as recentes crises de suicídios em comunidades indígenas (“First Nations”) em todo o Canadá levantam questões importantes sobre o colonialismo de colonizadores canadenses e relacionalidades internacionais. Que gestos íntimos e espaços imaginativos têm a capacidade de gerar novas possibilidades políticas, redes alternativas de cuidado, ou transcender uma política como é? Como podemos gerar espaços que reconheçam histórias compartilhadas e conflituosas ao mesmo tempo em que se abre espaço para reestruturar relações institucionais, inter/intraculturais e coloniais? Como podemos nos opor aos crescentes movimentos isolacionistas/nacionalistas? Como as mobilidades migratórias e os discursos do multiculturalismo podem emergir e exacerbar as estruturas do colonialismo dos colonizadores? Como podemos desafiar institucionalismos (artísticos, ativistas, acadêmicos)? Desestabilizando as Américas: Hospitalidades radicais e geografias íntimas convida a reflexão sobre esses domínios de sobreposição e de diferença: como é que decretamos e combatemos as fronteiras íntimas da colonialidade e o que significa acolher/receber e ser acolhido/recebido nos espaços colonizados? O que significa se reunir em terras colonizadas? Convergência 2017 ocorrerá no fim de semana do Dia de Ação de Graças Canadense, Dia de Colombo e/ou Dia dos Povos Indígenas e marca um momento ideal para discutir e contestar a política de encontros.

Os organizadores da Convergência 2017 convidam os participantes interessados em um papel de liderança a se candidatarem a co-coordenar grupos de trabalho ou workshops de praxis focadas em tópicos específicos dentro do tema mais amplo da conferência. Os grupos de trabalho gerarão discussão e teorização através do compartilhamento de pesquisas acadêmicas. Workshops de praxis permitem discussão e desenvolvimento de idéias através de trabalhos práticos e artísticos. Os grupos que desejam combinar ambos também são incentivados––basta deixar claro no seu email de aplicação o que você deseja fazer e por quê. É esperado que todos os grupos colaborem (online) antes da Convergência e compartilhem seus resultados ao final do evento.

Possíveis tópicos de grupos de trabalho e workshops de praxis:

  • Feminismo e geografias íntimas
  • Desestabilizando a idéia de gênero: “two spirit performance”, espaços LGBTQ e políticas trans*
  • Micro-utopias: gestos íntimos, ativismo cotidiano e seus impactos nos movimentos de base
  • Espaços domésticos e habitacionais e suas histórias im/materiais
  • Cidadanias alternativas: representações de pertencer e não-pertencer
  • Hospitalidades que combatem o pânico transnacional em relação às mobilidades de migrantes e refugiados
  • Questões de relacionalidade e considerações sobre os aspectos mais que humanos
  • Desestabilizando a nós mesmos: práticas de desaprendizagem e desconhecimento crítico
  • Performance e deficiência: desestabilizando corpos, limites e acessibilidades
  • Coletividades experimentais, redes, colaborações e experiências digitais (sem corpos presentes)
  • Artes, pedagogias e ativismo descolonais
  • Ações radicais e íntimas que contrariam a homogeneização e o neoliberalismo da globalização (e da indústria da hospitalidade/turismo)
  • A política da memória: testemunho e reparação em relação aos traumas transgeneracionais e transfronteiriços; questões de reparação e reconciliação
  • As possibilidades desafiadoras de feriados e reuniões, bem como sistemas de alimentação e alimentos
  • Performance e as histórias da estética relacional

Estas são apenas algumas sugestões de muitos tópicos possíveis para grupos de trabalho. Os candidatos a cargos de coordenador podem optar por usá-los ou ir além deles em suas propostas de grupo de trabalho. Os coordenadores podem se candidatar como um grupo (interessado no mesmo tópico) ou individualmente. Co-coordenadores selecionados colaborarão com os organizadores da Convergência para desenvolver o tema, o formato, o tom e os objetivos de seus grupos de trabalho. Além de colaborar com professores mentores e participantes do grupo de trabalho nos meses anteriores a outubro de 2017, os co-coordenadores também desenvolverão agendas/horários e atividades fora do local do evento em Toronto com o apoio dos organizadores.

Para aplicar, por favor:

1. Forneça uma declaração de interesse (250 palavras) descrevendo seus interesses de pesquisa, bem como abordagem para os tópicos/temas em que você gostaria de trabalhar.

2. Forneça seu CV e um breve parágrafo (250 palavras) descrevendo sua experiência de liderança dentro de configurações artísticas/acadêmicas/ativistas.

3. Se você é um grupo propondo um grupo de trabalho ou workshop de praxis, por favor, também indique sua abordagem e suas expectativas com relação ao grupo de trabalho (300-500 palavras). Forneça detalhes sobre a estrutura do grupo de trabalho ou do workshop de praxis (por exemplo, como os participantes podem se conectar antes e durante a Convergência; os possíveis lugares em Toronto para visitar e como seu tempo na Convergência será usado).

4. Por fim, crie um documento PDF contendo todos os materiais descritos acima e envie-o por e-mail para: hemigsi@gmail.com com o assunto “Co-Convener Application”. Indique sua afiliação institucional, qual graduação/título você está seguindo, e qual é a sua fluência em inglês, francês, português e espanhol. Por favor nota que ressaltar que a fluência em vários idiomas NÃO é necessária para ser um co-coordenador.

Congresso 2016 WDAA – inscrições de trabalho prorrogadas

A nova data é 15 de fevereiro.

 

CONVOCATORIA PARA PRESENTACIONES ACADÉMICAS Y  ESCÉNICAS

Alianza Mundial de la Danza – América (WDAA por sus siglas en ingles)

Asamblea General 2016

  

Del 7 al 12 de Agosto, 2016

 

Universidad de las Américas Puebla (UDLAP) Cholula, Puebla, México

Escuela de Artes y Humanidades / Departamento de Danza

 

Interacciones en Movimiento: Bailando en los espacios intermedios

 

Con Interacciones en Movimiento: Bailando en los espacios intermedios como tema, la WDAA anima a presentar investigaciones dentro de los siguientes sub-temas:

 

  • Interacción de la danza es espacios políticos y sociales: Soporte y cambio
  • Interacción de la danza con la comunidad: Salud y bienestar.
  • Metodologías interactivas de escena: El cuerpo como un lugar para el aprendizaje
  • Teorizar danza: Lo coreográfico como interactivo
  • Bailando a través de las fronteras: creando interacción entre culturas.

 

Interacciones en Movimiento: Bailando en los espacios intermedios busca plantear preguntas sobre cómo la danza, usualmente pensada como representante de la cultura, negocia y ha negociado  interacciones entre cuerpos y espacios de maneras que responden a las necesidades y las circunstancias de los participantes.

 

En particular, enfocándose en las interacciones no sólo especificas a nivel local pero también en interacciones más grandes a través de las fronteras. Nuestra esperanza es que esta conferencia conduzca a conversaciones importantes sobre los espacios intermedios que emergen a través de las interacciones dentro de la danza en el continente Americano.

 

Las propuestas pueden ser presentadas en inglés o español dentro de los siguientes formatos: presentaciones académicas, Pecha Kucha, mesas redondas, clases magistrales, presentaciones de escenario en diversos espacios, y laboratorios coreográficos.

 

 

 

Para la Asamblea General, los individuos o grupos interesados podrán presentar un máximo de dos propuestas en diferentes formatos. Por ejemplo, un individuo podría proponer una presentación académica y una clase magistral, no podría presentar dos trabajos académicos.

 

Preguntas con respecto a la estructura organizacional y planes a futuros sobre la WDAA, por favor contactar a nuestra actual presidenta, la Dra. Mary Jane Warner (mjwarner@yorku.ca).

 

La fecha límite para recepción de propuestas es el 15 de enero, 2016.

 

Para presentar en cualquiera de los formatos de la conferencia, todos los participantes deben primero convertirse en miembros de la WDAA. Ninguna propuesta será revisada hasta que el solicitante se haya convertido en miembro de la WDAA. Luego del 1 de diciembre, 2015, todos los solicitantes podrán acceder al área de Membresías en el sitio web http://www.wda-americas.net/ (actualmente el sitio web de la WDAA se encuentra en construcción).

 

La cuota de inscripción para la Asamblea ha sido eximida para aquellos miembros de la WDAA que actualmente residen en México, el Caribe, Puerto Rico, Centroamérica o Suramérica.

 

Los detalles sobre los diferentes espacios para las presentaciones académicas y de escena estarán disponibles en el sitio web de la WDAA después del 15 de enero, 2016.

 

 

Presentaciones Escénicas

  • Los trabajos aceptados serán presentados una sola vez en una locación determinada por la Red de Creación y Presentación de la WDAA (esta podrá ser “site specific” o en otro espacio escénico). Si la propuesta coreográfica debe presentarse en un escenario o estudio, esta no puede excederse de los 12 minutos de duración. Piezas para “site specífic” pueden ser más largas siempre y cuando se proporcione una clara explicación de los procedimientos y las expectativas de la audiencia. Más detalles serán proporcionados en el sitio web de la WDAA luego del 15 de enero, 2016.
  • Las propuestas para cada obra coreográfica, o una obra representativa, deberán ser enviadas a través de YouTube. Si el trabajo enviado fuese una pieza representativa, debe incluirse una breve declaración de 200 palabras o menos (en inglés o español) describiendo la propuesta, incluyendo duración y número de intérpretes.
  • Las propuestas deben enviarse acompañadas de la siguiente información, ya sea en inglés o español: nombre del presentador principal, titulo, afiliación institucional (si aplica), correo electrónico, dirección física, y una breve biografía de 150 palabras como máximo.
  • La fecha límite para enviar las propuestas (incluyendo enlaces de videos) es el 15 de enero, 2016, y deben ser enviados en formato .doc o .docx por correo a Lourdes Pelaez (lpf11@hotmail.com).

 

Presentaciones académicas y Paneles

Todas las propuestas podrán ser presentadas en inglés o español. Las presentaciones académicas individuales deberán durar un máximo de 15 minutos y contarán con  un tiempo adicional para preguntas y discusión. Los grupos de tres o más expositores individuales podrán presentar un panel de 70 minutos como máximo (en total) y contarán con  un tiempo adicional para preguntas y discusión. Se contará con algunos traductores (ingles/español) para apoyar, sin embargo, este servicio no están garantizado.

  • Las presentaciones individuales no deberán excederse de las 250 palabras y las propuestas para panel no deberán excederse de las 500 palabras.
  • Las propuestas deben estar acompañadas de la siguiente información: nombre de cada expositor, titulo, afiliación institucional (si aplica), correo electrónico, dirección física y una breve biografía de 150 palabras como máximo.
  • La fecha límite para enviar las propuestas es el 15 de enero, 2016, y deben ser enviados en formato .doc o .docx por correo a Linda Caldwell (lcaldwell2@twu.edu).

Presentaciones Pecha Kucha

Las presentaciones de Pecha Kucha se realizan en un formato donde 20 diapositivas son cronometradas para mostrarse por 20 segundos cada una (no más de 7 minutos en total). Se anima a presentar en este formato a los estudiosos que han desarrollado un fuerte enfoque de investigación, pero aún se encuentran en los procesos iniciales de escribir y presentar su investigación. Este formato es particularmente bueno para graduados que deseen aclarar los propósitos de su investigación, recolectar retroalimentación y posibles ideas de otros investigadores.

Para el envío inicial de las propuestas, estas ser un resumen de 250 palabras, en inglés o español, donde se condense el tema, la metodología, y la importancia de esa investigación en el campo de la danza.

Inicialmente las propuestas deben ser enviadas en forma de un resumen de 250 palabras, ya sea en español o inglés, donde se resuma el tema, la metodología y la importancia de esta investigación en el campo de la danza.

  • Las propuestas deben estar acompañadas de la siguiente información: nombre de cada expositor, titulo, afiliación institucional (si aplica), correo electrónico, dirección física y una breve biografía de 150 palabras como máximo en español o inglés.
  • Todas las propuestas deben ser enviadas electrónicamente a Linda Caldwell (lcaldwell2@twu.edu) en formato.doc o .docx a más tardar el 15 de enero, 2016.
  • Si la propuesta es seleccionada, tomar en cuenta que habrán otras instrucciones sobre el formato de Pecha Kucha en el sitio web de la WDAA después del 15 de enero, 2016.

 

Propuestas para Clases Magistrales

Las clases magistrales proporcionan a los participantes de la conferencia un espacio para compartir experiencias con maestros seleccionados en términos de práctica y creación de danza.

  • Las clases magistrales tienen una duración de 90 minutos.
  • Las propuestas para clases magistrales no deben excederse de las 250 palabras y pueden ser presentadas en español o inglés. Por favor tomar en cuenta que las instalaciones para la Asamblea General no pueden garantizar equipo especial para las clases (colchonetas, pelotas de fisioterapia, etc.). Los detalles sobre el equipo de audio será proporcionados más adelante.
  • Las propuestas deben estar acompañadas de la siguiente información: nombre del maestro/a, titulo, afiliación institucional (si aplica), correo electrónico, dirección física y una breve biografía de 150 palabras como máximo.
  • La fecha límite para enviar las propuestas es el 15 de enero, 2016. Deben ser enviados en formato .doc o .docx por correo a Sara Murdock (smurdock@ucla.edu).

Laboratorios choreográficos

Los laboratorios coreográficos (coreolabs) proporcionan un foro para que los coreógrafos puedan montar/re-montar una obra con participantes seleccionados de la conferencia. Poseen 3 ensayos de 2 horas diarias (audición, un primer ensayo el 8 de agosto, presentado el trabajo final o trabajo en proceso el 11 de agosto) un horario de espacio en consulta con los organizadores de la conferencia. Cada trabajo deberá durar entre los 3 minutos como mínimo y los 10 minutos como máximo. Se tomará en cuenta piezas para “site specific” y estas podrán excederse del tiempo anteriormente delimitado.

 

 

  • Las propuestas deben incluir una descripción del proyecto en un máximo de 200 palabras. Así mismo, cada propuesta debe indicar claramente cómo el proyecto puede llevarse a cabo dentro del marco de tiempo delimitado o dentro de un ambiente de “site specific”.
  • Las propuestas pueden ser enviadas en español o inglés.
  • Las propuestas deben estar acompañadas de la siguiente información: nombre del coreógrafo, titulo, afiliación institucional (si aplica), correo electrónico, dirección física y una breve biografía de 150 palabras como máximo.
  • Debe incluirse un enlace de YouTube u otro medio digital de una muestra del trabajo o el trabajo que será remontado (mínimo de 3 minutos).
  • La fecha límite para enviar las propuestas es el 15 de enero, 2016. Deben ser enviados en formato .doc o .docx por correo a Falon Baltzell (fbaltzell@hb.edu).

2016 WDAA General Assembly

CALL FOR SCHOLARLY PRESENTATIONS AND PERFORMANCES

August 7-12, 2016

Universidad de las Américas Puebla (UDLAP) Cholula, Puebla, Mexico
School of Arts and Humanities/ Dance Program

Moving Interactions:  Dancing through In-Between Spaces

With Moving Interactions:  Dancing through In-Between Spaces as the theme, WDAA encourages broad investigations into the following sub-themes:

  • Dance Interacting with Political and Social Spaces:  Advocacy and Change
  • Dance Interacting with Community: Health and Wellbeing
  • Interactive Performance Methodologies:  The Body as a Site for Learning
  • Theorizing Dance: The Choreographic as Interactive
  • Dancing Across Borders: Opening Interactions between Cultures

Moving Interactions:  Dancing through In-Between Spaces seeks to raise questions of how dance, often thought of as representative of culture, negotiates and has negotiated interactions of bodies and spaces in ways that address the needs and the circumstances of the participants. In particular, focusing on the in-between engages not only locally specific interaction but also larger interactions across borders. Our hope is that the conference will lead to important conversations about the in-between spaces that emerge through danced interactions within the Americas.

Proposals can be submitted in English or Spanish within the following formats: scholarly papers, pecha kucha presentations, panel discussions, master classes, performances in diverse spaces, and choreolabs.

Interested individuals or groups may submit a maximum of two proposals in differing areas for the General Assembly. For example, an individual might propose both a paper presentation and a master class, but not two papers.

For questions concerning WDAA organizational structure and future plans, please contact our current WDAA president, Dr. Mary Jane Warner, at (mjwarner@yorku.ca).

The deadline for all proposals is January 15, 2016.

In order to present in any of the formats at the conference, all participants must first become members of WDAA. No submissions will be reviewed until the applicant has become a member of WDAA. After December 1, 2015, all applicants will be able to access the Membership site athttp://www.wda-americas.net/ . (The WDAA Website is currently under construction.)

Please note that the conference registration fees for those WDAA members currently residing in Mexico, the Caribbean, Puerto Rico, and Central and South America have been waived.

Details about the various performance spaces and lecture halls at the conference site will be available on the WDAA website after January 15, 2016.

Performance Proposals

  • Accepted works will be performed once at locations determined by the WDAA Creation and Presentation Network (may be site specific or on diverse stage settings).       If the proposed choreography must be produced on stage or in a studio, the dance cannot exceed 12 minutes. Site specific dances may be longer as long as a clear explanation of procedures and audience expectations are provided. Details will be provided on the WDAA Website after January 15, 2016.
  • Proposals for performance of each choreographic work or of a representative work must be submitted on Youtube. If submitting representative work, please also provide a brief statement of 200 words or less (in English or Spanish) describing the proposed performance including length and number of performers.
  • Performance proposals must be accompanied by the following information in English or Spanish: each primary presenter’s name, title, institutional affiliation (if applicable), mailing address, e-mail address, and a brief bio of no more than 150 words.
  • Proposals with links are due by January 15, 2016 and must be sent as a .doc or .docx       file via e-mail to Lourdes Pelaez (lpf11@hotmail.com).

Paper & Panel Proposals

All proposals may be submitted and delivered in English or Spanish. Individual scholarly presentations should be no more than 15 minutes with additional time available for questions and discussion. Groups of three or more individual presenters may propose a panel presentation of no more than 70 minutes total with additional time available for questions and discussion. There will be some translators available to help when moving between English and Spanish; however, these services cannot be guaranteed.

  • Individual presentation proposals should be no more than 250 words in length; panel proposals should be no more than 500 words.
  • Proposals must be accompanied by the following information: each presenter’s name, title, institutional affiliation (if applicable), mailing address, e-mail address, and a brief bio of no more than 150 words.
  • Proposals are due by January 15, 2016 and must be sent as a .doc or .docx       file via e-mail to Linda Caldwell (lcaldwell2@twu.edu).

Pecha Kucha Presentations

Pecha Kucha is a presentation format in which 20 slides are timed to be shown each for 20 seconds (no more than 7 minutes total). Scholars who have developed a strong research focus but are in the beginning processes of writing and presenting their research are encouraged to present in this format. This format is especially good for graduate students wanting to clarify research purpose statements and gather feedback and possible insights from other researchers.

Initial submissions are in the form of a 250-word abstract in either English or Spanish in which the topic, methodology, and importance of the research to the dance field is summarized.

  • Proposals must be accompanied by the following information: each presenter’s name, title, institutional affiliation (if applicable), mailing address, e-mail address, and a brief bio of no more than 150 words in English or Spanish.
  • All proposal materials must be submitted electronically to Linda Caldwell (lcaldwell2@twu.edu) byJanuary 15, 2016 as a .doc or .docx file.
  • If selected, more detailed instructions on the pecha kucha format will be provided on the WDAA website after January 15, 2016.

Master Class Proposals

Master classes provide conference participants a space to share with the expertise of selected teachers in terms of dance practice and dance making.

  • Master classes are 90 minutes in length.
  • Master class proposals should be no more than 250 words in length and can be submitted in English or Spanish. Please note that the General Assembly facilities cannot guarantee specialized equipment (mats, physio balls, etc.) for use in classes. Details about music technology will be provided at a later date.
  • Proposals must be accompanied by the following information: presenter’s name, title, institutional affiliation (if applicable), mailing address, e-mail address, and a brief bio of no more than 150 words.
  • All proposal materials must be submitted electronically as a .doc or .docx file by January 15, 2016to Sara Murdock (smurdock@ucla.edu).

Choreolabs

Choreographic labs (choreolabs) are intended to provide a forum for choreographers to set/reset a work on selected conference participants within three 2-hour daily rehearsals (auditions and first rehearsal on 8/8 with the final work or work-in-progress presented on August 11) in a space scheduled in consultation with the conference organizers. Each work should fall within a minimum of 3 minutes or a maximum of 10 minutes. Site specific presentations will be considered and may exceed the above time frame.

  • Proposals should include a description of the intended project in no more than 200 words. Further, each proposal must clearly state how the project can be accomplished in the limited time frame available or within a site specific environment.
  • Proposals may be submitted in English or Spanish.
  • Each proposal must be accompanied by the following information: choreographer’s name, phone number, institutional affiliation (if appropriate), mailing address, e-mail address, and a bio of no more than 150 words.
  • A link to an online video of a work sample or the work to be reset (minimum of 3 minutes) must also be included.
  • All proposal materials must be submitted electronically as a .doc or .docx file by January 15, 2016to Falon Baltzell (fbaltzell@hb.edu).

Cartograma – UNIFESP/Santos

Nos dias 28, 29 e 30 de Setembro acontecerá na UNIFESP – Campus Baixada Santista o Cartograma 2015. Um  encontro e compartilhamento de formas de pensar, conhecer, produzir e criar em arte e ciência. Aberto à artistas, estudantes e pesquisadores que estejam interessados em trocar procedimentos e modos de existir nas pesquisas envolvendo artes do corpo.

O Laboratório Corpo e Arte, em sua atual proposta de sedimentar uma Plataforma de Pesquisa e Produção Cultural na Unifesp Baixada Santista, empenha-se em promover diálogos entre a universidade e a sociedade para reinventar a cultura acadêmica e fomentar pesquisas em artes do corpo.

A imagem do cartograma nos instiga como um rascunho de mapas, desenhos inacabados de paisagens sonhadas e inventadas, a partir de pesquisas onde o corpo e a arte ocupam lugar central.

Para nós, Cartograma é um programa de intercâmbio, formação e pesquisa da UNIFESP-BS, desenvolvido Laboratório Corpo e Arte e pelo N(i)D – Núcleo Indisciplinar de Dança.

O programa prevê 2 eixos de ação anuais:

1)uma residência com artistas da cidade de Santos, que desenvolvem seus projetos ao longo do ano no espaço do Laboratório Corpo e Arte

2)a realização de um encontro de pesquisa e de compartilhamento junto com um festival de arte onde os processos serão apresentados ao público.

Programação e maiores informações aqui.

Crossing Mexico – Instituto Hemisférico de Performance e Política

New York City Events: March 11-12, 2015

These paired conferences seek to enrich understandings of—and bring visibility to—the increasingly complex and violent processes that characterize contemporary Mexican and Central American migration north.

From the violent population displacements in Central America and countless migrant deaths and disappearances in Mexico, to the for-profit detention and deportation regime in the United States, the entire migratory formation has been enveloped by a human rights catastrophe of unprecedented proportions. The conference will convene scholars, artists, and activists to share work and experiences in order to imagine pathways for action.

Click here to view and download conference schedules.

Scroll down for event times and locations for March 11–12 in New York City.


Wednesday, March 11
2:00–7:00 pm
The New School
Tishman Auditorium, Room U100

University Center
63 Fifth Avenue
New York, NY 10003 (Click for map)

2:00–2:15 pm | OPENING REMARKS
Diana Taylor, Pablo Domínguez, Melissa Amezcua, and Marcial Godoy-Anativia

2:15–3:30 pm | REMAINS, JUSTICE, AND MEMORY / RESTOS, JUSTICIA Y MEMORIA
Marta Sánchez Soler (Movimiento Migrante Mesoamericano); Aldo Ledón (Voces Mesoamericanas); and Diana Taylor (New York University)
Moderator: Pablo Domínguez (Princeton University)

3:30–3:45 pm | BREAK

3:45–5:00 pm | THE RIGHT TO HUMAN RIGHTS / EL DERECHO A LOS DERECHOS HUMANOS
Ayten Gündoğdu (Barnard College); Amy Gottlieb (American Friends Service Committee); andMichael Evans (National Security Archive)
Moderator: Alexandra Délano (The New School)

5:00–5:15 pm | BREAK

5:15–6:15 pm | KEYNOTE
Los migrantes que no importan: el viaje de los indocumentados antes de llegar a Estados Unidos” / “The Migrants That Do Not Matter: The Journey of the Undocumented Before Arriving to the United States”
Óscar Martínez (author, The Beast)
Moderator: Marcial Godoy-Anativia (New York University)

6:15–7:00 pm | RECEPTION


Thursday, March 12
10:00 am–6:00 pm

New York University
20 Cooper Square, 7th Floor
New York, NY 10003 (Click for map)

10:00–10:15 am | OPENING REMARKS

10:15–11:30 am | VISIBLE DOCUMENTS / DOCUMENTOS VISIBLES
Jorge Durand (Universidad de Guadalajara); Pablo Domínguez (Princeton University); andChristina L. Sisk (University of Houston)
Moderator: Jorge Romero León (The New School)

11:45 am–1:00 pm | MIGRATING VIOLENCIAS—FROM CIUDAD JUAREZ TO AYOTZINAPA /VIOLENCIAS MIGRATORIAS—DE CIUDAD JUAREZ A AYOTZINAPA
Rita Segato (University of Brasília); María Josefina Saldaña-Portillo (New York University); andRossana Reguillo (ITESO, Guadalajara)
Moderator: Melissa Amezcua (The New School)

1:00–2:30 pm | LUNCH

2:30–4:00 pm | MAKING THE ROADS: PERSPECTIVES FROM ACTIVISTS IN NYC / HACIENDO CAMINOS: PERSPECTIVAS DE ACTIVISTAS EN NYC
Benito Bravo (Ballet Folklórico Quetzalcoatl); Bianey García (Make The Road New York); Carla García (Organización Fraternal Negra Hondureña); Cinthya Santos Briones (anthropologist & organizer); Librada Paz (Rural and Migrant Ministry); and Maria Lezama (NY Communities for Change)
Moderators: Kalina Brabeck (Rhode Island College) & Juan Carlos Ruíz (New Sanctuary Movement)

4:15–5:15 pm | PLENARY DISCUSSION

5:30–6:30 pm | OPENING & RECEPTION: PERDIDOS Y ENCONTRADOS / LOST AND FOUND
An exhibition of photographs by Moysés Zúñiga

Hemispheric Institute of Performance & Politics
20 Cooper Square, 5th Floor
New York, NY 10003 (Click for map)

6:30–8:30 pm | FILM SCREENING: LA JAULA DE ORO THE GOLDEN DREAM 
Directed by Diego Quemada-Díez (2013)
Run time: 108 minutes


Please click here for conference updates and livestreaming information.

These events are free and open to the public. The presentations will be in English or Spanish, with simulataneous interpretation provided. All conference venues are wheelchair accessible.

Photo: Moysés Zúñiga

XI Simpósio de Arte-educação – PR

CONVITE XI SIMPOSIO CURVAS PRO

A Comissão Organizadora do XI Simpósio de Arte-educação: Dialogando com as tecnologias comunica que foi prorrogado até o dia 1º de agosto de 2014 o prazo para submissão de trabalhos.

As propostas devem ser enviadas por meio do sistema de submissão do evento, disponível no endereço: http://eventos.unicentro.br/simposioarte2014/

Normas de Chamada de Trabalhos:http://eventos.unicentro.br/simposioarte2014/index.php?menu=3

CONVITE

XI SIMPÓSIO DE ARTE-EDUCAÇÃO

“DIALOGANDO COM AS TECNOLOGIAS”

 

de 8 a 12 de setembro de 2014

na Universidade Estadual do Centro-Oeste

Guarapuava, Paraná

Convidamos docentes da rede pública e particular do Ensino Superior e da Educação Básica, discentes na área de Arte (Música, Teatro, Dança e Artes Visuais) e nas áreas afins (como Pedagogia, História, Filosofia, Letras e Comunicação Social), bem como pesquisadores, artistas e comunidade em geral para participarem do XI Simpósio de Arte-Educação, vinculado ao Curso de Arte da UNICENTRO, em Guarapuava, Paraná. Trata-se de evento internacional de disseminação de pesquisa, intercâmbio artístico e aperfeiçoamento em práticas pedagógicas pertinentes à Educação Básica e ao Ensino Superior. O tema é “Dialogando com as Tecnologias.”

Ao longo de uma década, o simpósio tem contribuído para amenizar a lacuna existente em Guarapuava e região quanto à formação profissional continuada de professores  e pesquisadores de arte.  Nesta nova edição, o evento,  com carga horária de 60 horas e duração de cinco dias, incluirá  seis conferências, seis relatos de experiências, quarenta e duas comunicações orais, sessenta apresentações de pôsteres, nove oficinas, além de mostras e intervenções artísticas, apresentadas por pesquisadores convidados com reconhecimento internacional e por pesquisadores inscritos no evento. A programação pretende aprofundar a análise das relações entre a Tecnologia e a Arte.

Além da participação presencial, o evento possibilitará a participação a distância, por meio da transmissão ao vivo de toda a programação disponível a qualquer usuário que possui acesso a internet no Brasil ou em qualquer parte do mundo. Para aqueles que residem nas cidades do interior do Paraná e que não possuem internet adequada, há a possibilidade de assistir a transmissão nas salas de aulas dos polos UAB/UNICENTRO nas cidades de Goioerê, Nova Tebas, Lapa, Pinhão e Prudentópolis.

Após o término do evento os produtos resultantes serão disseminados e distribuídos gratuitamente na internet e encaminhados às principais bibliotecas das universidades nacionais, por meio da publicação de anais  (com a apresentação de artigos e resumos submetidos ao evento), da organização de livro (com capítulos escritos pelos convidados das conferências, relatos de experiências e oficinas sobre os temas abordados no evento) e da edição das filmagens de toda a programação.

CONVIDADOS: CRISTINA TURDO (ARGENTINA), PAULA ZACARIAZ (ARGENTINA), DANIEL GOHN (UFSCAR), DÉBORA DA ROCHA GASPAR (UFSC), LEONEL BRUM (UFC), LUCIANA MARTHA SILVEIRA (UTFPR), MONICA MOURA (UNESP), FERNANDO IAZZETTA (USP), GIULIANO TOSIN (JULI MANZI), ERNESTO VALENÇA (UFOP), GLAUCIA BRITO (UFPR)

Abertura de inscrições para envio de trabalhos: 1º DE MAIO A 1º DE AGOSTO DE 2014

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: http://eventos.unicentro.br/simposioarte2014/

PÁGINA NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/xisimposiodearte

 

Para mais informações, esclarecimentos e dúvidas em geral, entre em contato:

de segunda a sexta-feira das 10 às 12 horas e das 13 às 17 horas

telefone: (42) 3621-1308

e-mail: simposiodearte@gmail.com

Articulações – Mundos Possíveis / Recife

PALAVRANDO - Recife. (photo credit Joaquim Castro

Articulações – Mundos Possíveis é a segunda edição do Fórum de Artes Performativas que propõe uma experiência intensa de intercâmbio, criação e pesquisa artística. A programação inclui workshops teórico-práticos, seminários, debates e a apresentação de performances, que acontecerão de 25 a 30 de novembro de 2014, no Museu da Cidade do Recife no Forte das Cinco Pontas, em Recife – PE.

Ao reivindicar o espaço da experimentação e da interdisciplinaridade artística, o Fórum promoverá o encontro de artistas, teóricos e público em geral numa prática de imersão, interrogando pontos de vista e explorando potencialidades poético-políticas.

Articulações – Mundos Possíveis se desdobrará em três eixos complementares:

  1. Oficinas prático-teóricas
  2. Seminários e debates
  3. Apresentação de performances

Durante uma semana, atravessaremos diferentes aventuras criativas.
Nos períodos da manhã, alternaremos entre dois workshops de composição teórico-práticos; nos turnos da tarde, teremos apresentação de seminários em torno de práticas artísticas e políticas da subjetividade, seguidos de debates. E, em momentos pontuais, teremos performances abertas ao público.

MUNDOS POSSÍVEIS – Nesta edição, Articulações busca refletir sobre as possibilidades de composição e transformação de perspectivas para a realidade através da arte. Em que medidas a prática performativa se desdobra e mobiliza formas de vida? De que maneiras a arte manifesta o estado do mundo?

Possibilidades de (re)invenção da cena, do corpo e da comunidade. Exploração de diferentes modos de linguagem. Interconexão entre o sensual e o conceitual. O desejo como conhecimento. Articulações – Mundos Possíveis é um convite, um gesto e uma pergunta.

Oficinas prático-teóricas

Performar. Um workshop em ação
De 28 a 30/11/14 – 9h às 12h

Proponentes: Eleonora Fabião (Professora Adjunta, Curso de Direção Teatral, Escola de Comunicação, UFRJ) e André Lepecki (Associate Professor, Dept. of Performance Studies, NYU)
Este workshop pretende abordar alguns dos temas que, no momento, inquieta-nos enquanto criadores, trabalhando na convergência das áreas da performance, da dança, do teatro e da teoria da performance.

Interessa-nos pensar conjuntamente sobre a urgência da performance e sua contribuição para uma ação estética simultaneamente acutilante e ponderada sobre o que nos cerca. Por via de uma série de experimentações corporais, dramatúrgicas e plásticas propomos conhecer e explorar o ato performático enquanto ato sutil e potente, onde o corpo atento do performer negocia e embaraça abstração e concretude, representação e presença, materialidade e imaterialidade.

Como adequar nossas práticas artísticas a uma “política performativa” criticamente atenta aos seus modos de atuação no mundo?

O workshop abordará estes temas por via de um trabalho específico sobre o corpo enquanto campo de forças em permanente estado de mutação e multiplicação. Corpo social, corpo linguístico, corpo imaginante, corpo filosófico, corpo atento, corpo receptivo, corpo histórico, corpo acidentado, corpo paradoxal, corpo muitos.

Por via de uma série de práticas baseadas na tradição da performance art, investigaremos coletivamente de que modo o performer pode descobrir, produzir, e atuar tal corpo maleável e atento. Paralelamente às práticas, analisaremos, leremos e discutiremos algumas obras-chave para a teoria da performance dos últimos 40 anos.

Eleonora Fabião é performer e teórica da performance. Professora da graduação e pós-graduação em Artes Cênicas da UFRJ, é doutora em Estudos da Performance (New York University). Desde 2008 performa nas ruas do Rio de Janeiro e variados centros urbanos. Suas ações investigam poéticas e políticas do encontro e da precariedade. Em 2011 recebeu o prêmio Funarte Artes na Rua. Instituições onde lecionou recentemente incluem: Pós-Graduação em Estudos da Performance (New York University), Departamento de Estudos do Teatro (Freie Universität Berlin), Norwegian Theatre Academy, Departamento de Artes do Movimento (IUNA Buenos Aires) e SP Escola de Teatro (São Paulo).

André Lepecki é Associate Professor no Department of Performance Studies, New York University e Research Professor na Stockholm University of the Arts. Doutor pela New York University é curador e ensaista. Autor de Exhausting Dance: Performance and the Politics of Movement (traduzido atualmente em 9 línguas). Coordenador editorial de Of the Presence of the Body, The Senses in Performance (com Sally Banes) Planes of Composition (com Jenn Joy, 2009) e Dance. Curador-chefe do Festival IN TRANSIT em 2008 e 2009, na Haus der Kulturen der Welt, Berlin. Co-curador e diretor do re-enactment autorizado de 18 Happenings in 6 Parts de Allan Kaprow, Haus der Künst, Munique, com o qual recebeu o prémio “Best Performance 2008″ da Association Internationale de Critiques d’Art (AICA-USA). Co-curador do arquivo interativo Dance and Visual Arts since the 1960s, para exposição Move, na Hayward Gallery, Londres. Palestrante convidado na Princeton University, Brown University, Universidade de Basel, Freie Universität, Museo Reina Sofia, MACBA, MoMA, UFRJ, UFSC entre outras instituições nos EUA, Europa e Brasil.

Composição em Movimento
De 25 a 27/11/14 – 8h às 13h

Proponente: João Lima (coreógrafo e intérprete independente)
Este workshop propõe oferecer um espaço para praticar a reflexão e refletir a prática. Cada participante será convidado a experimentar, questionar, estimular e debater seus próprios trabalhos artísticos em seus diferentes estágios de criação.

Aqui o interesse situa-se na geração e desenvolvimento de materiais artísticos através de uma diversidade de estratégias criativas. Observaremos os trabalhos a partir de um olhar crítico e da análise de seus aspectos teóricos, estéticos e dramatúrgicos.
Daremos uma atenção especial à composição da cena em relação ao seu contexto histórico-social.

Este trabalho acontecerá de forma coletiva: como observar, ao mesmo, tempo, o outro, o espaço e a si mesmo?

Seminários e debates

De 25 a 29/11/14 – 14h às 17h

A Comissão Organizadora do Articulações – Mundos Possíveis selecionará oito (8) propostas de apresentação (teórica ou teórico prática) para conduzirem as discussões durante as 4 tardes do evento. (link para submissão de trabalhos).

Performance PALAVRANDO / Recife – Eleonora Fabião e André Lepecki
Dia 29/11/14 – 20h

PALAVRANDO investiga o ato de fala e o ato de escuta. Para cada lugar, a cada edição do projeto, são escolhidas palavras e ações específicas. Palavras e ações consideradas importantes naquele momento, naquela cidade, naquela circunstância. Diferentes edições de PALAVRANDO foram apresentadas em Berlin (Tanz im August, 2003; Tanz Kongress, 2006), Paris (Centre National de la Danse, 2005), Rio de Janeiro (Festival Panorama, 2006; Festival Atos de Fala, 2011), Fortaleza (Alpendre, 2010), Lisboa (Encontros de Estética, 2011), Graz (The Truth is Concrete, 2012), e São José do Rio Preto (FIT, 2012).

Concepção: Eleonora Fabião e André Lepecki
Textos: Eleonora Fabião e André Lepecki
Duração: 60 minutos

24º Seminário Nacional de Arte e Educação

Cartaz Seminário

Arte e Educação: os desafios do professor de arte no mundo contemporâneo

Em 2014 completamos 24 edições ininterruptas deste Seminário, fato que nos alegra muitíssimo, mas redobra nossa responsabilidade frente aos que aqui buscam referências e sentido para suas práticas docentes. Nestes 3 dias abordaremos as linguagens das Artes Visuais, Dança, Música e Teatro, além de aspectos gerais da Educação, com o olhar direcionado a práticas inovadoras e propostas que reflitam o nosso tempo.

Entre os objetivos do evento, estão:

– Fomentar o diálogo e a inter-relação entre as várias linguagens das áreas;

– Refletir e reavaliar práticas docentes, na perspectiva das propostas de ensino contemporâneo;

– Estabelecer espaços e redes de trocas entre os participantes;

– Ampliar o referencial teórico enriquecido pelos debates e contribuições de todos.

O Seminário se constitui de painéis, palestras, oficinas, comunicações de pesquisas, relatos de experiências docentes, exposições, pôsteres e programações culturais, com número estimado de 360 participantes, oriundos de várias cidades do Rio Grande do Sul e de outros estados brasileiros.

OFICINAS E PROFESSORES

1.Linguagens, Arte e Educação: possibilidades de leitura e literatura

Ministrante: Ana Maria Haddad Baptista

A oficina terá a seguinte organização de temas: Conceito de Leitura; Arte e Educação: perspectivas importantes; Literatura e Leitura: aspectos fundamentais; A importância da Literatura para a formação do professor; Literatura e os novos aparatos tecnológicos.

Pré-requisito dos participantes: nenhum

Sala 20: 22 vagas

2.Workshop de dança clássica

Ministrante: Escola do Teatro Bolshoi no Brasil

Trata-se de um Workshop de Dança Clássica para bailarinos, a partir de 15 anos de idade, com conhecimento técnico em nível intermediário. A proposta da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é oferecer aos participantes a vivência técnica da dança clássica da única filial do Bolshoi russo.

Recomendações: roupa adequada para dança clássica.

Pré-requisitos dos participantes: ter conhecimento em dança

clássica, nível intermediário.

Sala 07: 25 vagas

3.Os processos de in/exclusão na escola contemporânea

Ministrante: Clarice Salete Traversini

Desencaixes e encaixes entre a sociedade atual e a escola contemporânea. Conceito de  in/exclusão. Inclusão como potência e não como problema na escola atual.

Pré-requisitos dos participantes: nenhum.

Sala 41: 35 vagas

4.O Jogo no corpo e o corpo na cena

Ministrante: Gabriela Greco

A partir do trabalho físico, do jogo e da improvisação, a oficina oportunizará o contato direto com a construção de cenas e imagens que resultem em um fragmento performático a ser apresentado em público.

Recomendações: Participantes com roupas neutras e confortáveis.

Pré-requisitos dos participantes: Estudantes e professoras(es) de artes em geral.

Sala 51: 25 vagas

5.Performance e Educação

Ministrante: Gilberto Icle

A oficina propõe trabalho prático com exercícios performáticos e lança uma reflexão sobre as possibilidades da performance no contexto da sala de aula.

Pré-requisitos dos participantes: alunos de graduação, professores de escola, demais interessados.

Sala 52: 25 vagas

6.O que podemos aprender sobre o lugar da arte na escola ao olharmos para práticas artísticas contemporâneas que criam e/ou atravessam espaços de aprendizagem?

Ministrante: Manoela dos Anjos Afonso

Esta oficina tem como objetivo promover reflexões sobre os (im)possíveis lugares da arte na escola, partindo da análise dos objetivos, formas e contextos de algumas práticas artísticas socialmente engajadas que criam e/ou atravessam espaços formais e informais de aprendizagem. Em seguida, ao olharmos para as nossas próprias vivências como estudantes, professores e/ou pesquisadores, procuraremos identificar as principais características de nossas próprias experiências ligadas à arte no espaço escolar. Este processo culminará na formulação criativa e coletiva de uma carta contendo diretrizes-desejos para a presença da arte na escola numa perspectiva futura. Ao final da oficina, a carta seráperformada em grupo em espaço público a ser definido.

Recomendações: papel sulfite A3; canetas e pincéis atômicos. Solicita-se aos participantes que tragam a proposta curricular da disciplina de artes das escolas onde estudam ou trabalham.

Pré-requisitos dos participantes: nenhum.

Sala 04: 27 vagas

 

7.Arte como mediação entre muros

Ministrante: Nirvana Marinho

Refletir sobre a prática artístico-pedagógica da arte como mediadora do conhecimento e do mundo. Esta oficina pretende proporcionar espaços de reflexão sobre nossa prática de orientadores de processos criativos com nossos aprendizes na medida em que mediamos o conhecimento ali envolto e o mundo contemporâneo. O que surge desses muros?

Pré-requisitos dos participantes: Alguma experiência com ensino-aprendizagem de arte em qualquer ambiente de aprendizado (escola ou outros).

Sala 05: 40 vagas

8.Musicalização na infância: investigando o pensamento do bebê

Ministrante: Paula Cavagni Pecker

A oficina tem como objetivo demonstrar as possibilidades práticas para a musicalização de bebês, a criação de atividades e a abordagem pedagógica para este público, ao mesmo tempo que reflete e problematiza questões teóricas acerca do desenvolvimento infantil. Visa instrumentalizar professores musicalizados e não musicalizados para que possam compreender o pensamento de seus alunos e enriquecer suas salas de aula do ponto de vista sonoro.

Pré-requisitos dos participantes: nenhum.

Sala 03: 22 vagas

9.Publicação de exercícios visuais

Ministrante: Paulo Antonio de Menezes Pereira da Silveira

Oficina teórico-prática sobre publicação de livro de imagens com exercícios seqüenciais a partir da realização de projeto editorial em artes visuais, compreendido como empreendimento artístico, com produção de originais para editoração e encaminhamento para publicação.

Pré-requisitos dos participantes:

1) Experiência prática artística em curso de bacharelado ou licenciatura (em andamento ou concluído) em artes visuais, design, comunicação ou áreas afins.

2) Conhecimentos básicos de fotografia digital.

3) Conhecimentos médios de informática (edição de imagens, exportação de arquivos etc.).

4) A partir do segundo encontro: possuir (e trazer consigo) câmera fotográfica digital (ou telefone com câmera fotográfica).

5) Poderá ser necessário, o cabo USB para transferência de dados entre câmera e computador e uma memória USB.

Sala/ laboratório de informática: 15 vagas

Obs: nesta oficina haverá o pagamento de taxa extra de publicação: R$ 40,00 por exemplar.

 

 

10.Os Boomwhackers (tubos percussivos) e a música colaborativa

Ministrante: Uirá Kuhlmann

O Uso dos tubos coloridos denominados de “Boomwhackers” em atividades repletas de brincadeiras, movimento e desafios musicais. Dinâmicas totalmente colaborativas e encenações, histórias e criatividade usando as notas em formas de tubos.

Pré-requisitos dos participantes: nenhum.

Sala 34: 20 vagas

11.Ideias para o trabalho de Artes na Escola partindo do eixo temático Identidade: espaço, tempo e corporeidade

Ministrantes: professores da FUNDARTE – Ana Denise

Ulrich,Sandra Rhoden e Suzana Schoellkopf

A oficina é destinada a professores do ensino fundamental, que procuram alternativas metodológicas para realizar experiências interdisciplinares nas áreas do teatro, dança, música e artes visuais. Com um enfoque teórico, lúdico e criativo, serão realizadas práticas compreendendo as quatro áreas das artes, com o foco para a sala de aula.

Materiais necessários: roupa e calçado confortáveis, apostila (xerox), lenços variados (echarpes), fotografias (família, amigos, objetos, entre outros), instrumentos de percussão.

Pré-requisito: nenhum.

Teatro Therezinha Petry Cardona: 110 vagas

PROGRAMAÇÃO

Dia 06/10 – 2ª feira

8h30min – Credenciamento dos participantes

10h30min – ABERTURA OFICIAL. Local: Teatro Roberto Atayde Cardona. PAINEL: ARTE E EDUCAÇÃO: o papel do professor pesquisador no ensino da Arte – Painelista: Gilberto Icle. Coordenação: Paula Pecker

13h20min – Apresentações artísticas da FUNDARTE. Local: Teatro Therezinha Petry Cardona

14h às 17h – OFICINAS

17h às 17h30min – Sessão de pôster

17h30min às 19h – Mesas Temáticas: Comunicação Oral

19h30min – Abertura de exposição – Galeria de Arte Loide Schwambach (a cargo do SESC)

20h30min – Programação Cultural – Grupo da FUNDARTE. Local: Teatro Roberto Atayde Cardona

 

DIA 07/10 – 3ª feira

9h às 10h – Mesas Temáticas: Comunicação Oral

10h30min – PAINEL: Os desafios do professor de arte no mundo contemporâneo. Painelistas: Clarice Traversini, Manuela Afonso, Ana Maria Haddad Baptista. Coordenação: Nirvana Marinho

13h20min – Apresentações artísticas da FUNDARTE – Teatro Therezinha Petry Cardona

14h às 17h – OFICINAS

17h às 17h30 – Sessão pôster.

17h30min às 19h – Mesas Temáticas: Comunicação Oral.

20h30min – Espetáculo de teatro de rua O Segredo da Arca de Trancoso, do 9º palco giratório SESC – Estação da Cultura

DIA 08/10 – 4ª feira

9h às 12h – OFICINAS

13h20min – Apresentações artísticas da FUNDARTE – Teatro Therezinha Petry Cardona

14h às 16h – OFICINAS – preparação de um trabalho final para apresentar no encerramento.

16h30min às 17h30min – Encerramento e entrega dos certificados – Teatro Roberto Atayde Cardona

CHAMADA DE TRABALHOS

Arte e Educação: os desafios do professor de arte no mundo contemporâneo

A Fundação Municipal de Artes de Montenegro e a Comissão Organizadora do 24º Seminário Nacional de Arte e Educação convidam pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de Artes para submeterem trabalhos para o seminário conforme as especificações desta chamada. O eixo temático do evento será Arte e Educação: os desafios do professor de arte no mundo contemporâneo. O Comitê de seleção dos trabalhos conta com a assessoria de uma equipe de pareceristas das áreas das artes e educação. Serão aceitas inscrições de trabalhos para o seminário nas categorias PÔSTER ou COMUNICAÇÃO ORAL (Pesquisa Concluída, Projeto de Pesquisa ou Pesquisa em Andamento, e, Relato de Experiência). Os trabalhos aprovados para o seminário serão apresentados em Mesas Temáticas, organizadas de modo a contemplar diferentes espaços, contextos e modalidades de ensino e performance, conforme especificações a seguir:

1 – O diálogo entre as artes e as outras áreas do conhecimento

2 – O lugar da arte na escola: dificuldades e conquistas

3 – O professor pesquisador na educação básica

4 – A formação do professor artista

5 – O papel do ensino da arte nos projetos sociais

6 – Arte, Escola e Sociedade: encontros e desencontros

7 – Tecnologias e novos conhecimentos

8 – O ensino da arte e a inclusão escolar

Os trabalhos deverão ser enviados com título de “Projeto de Pesquisa”, “Pesquisa Concluída”, “Pesquisa em Andamento”, “Relato de Experiência” ou “Pôster”, juntamente com um breve currículo do autor, de uma lauda, em arquivo separado com o título “Currículo”.

Regras gerais para as publicações: tamanho A4; margem nos 4 lados 2,5; fonte: Arial 12; entrelinhas 1.5; espaçamento antes e depois 0; título primeira letra em maiúsculo e as demais em minúsculo; Nome do autor logo após o título em fonte 10 seguido da instituição de vínculo (se tiver); Resumo: no máximo 250 palavras (fonte 10,entrelinhas simples); Palavras – chave: em número de três, separadas entre si por ponto e vírgula; referências conforme normas da NBR 6023 de agosto de 2002; citações conforme normas da NBR 10520 de agosto de 2002; Imagens, desenhos, fluxogramas, gráficos, mapas, entre outros, devem ter identificação na parte inferior com seu número de ordem no texto. O Arquivo deverá ser em formato “.docx’ ou “.doc”.

Os trabalhos deverão observar as seguintes regras:

COMUNICAÇÃO ORAL: Comunicação de Pesquisa (“Projeto de Pesquisa”, “Pesquisa Concluída”, “Pesquisa em Andamento”): texto com no máximo 2000 palavras que será apresentado em 30 minutos, sendo 20 para exposição do autor e 10 para arguição dos ouvintes. Relato de Experiência: texto com no máximo 1000 palavras que será apresentado em 15 minutos sem arguição dos ouvintes. Os trabalhos deverão estar inscritos obrigatoriamente em uma das Mesas Temáticas, selecionada na inscrição.

PÔSTER: texto com no máximo 500 palavras com título, instituição de vínculo e resumo. O Pôster será fixado conforme calendário a ser divulgado no aceite do trabalho. O autor deverá estar ao lado do trabalho para prestar as devidas informações. As medidas do Pôster: 80 cm de largura por 120cm de altura, com alça para fixar.

Observações importantes:

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail 24seminario@fundarte.rs.gov.br no período de 01 de agosto à 17 de setembro de 2014. A inscrição no seminário para apresentadores de trabalhos será do dia 01 de agosto a 23 de setembro. A divulgação dos resultados de aceite será entre os dias 18 e 22 de setembro de 2014. É condição indispensável que o apresentador de trabalho esteja inscrito no seminário para que seu trabalho seja incluído nos anais do evento. Para os trabalhos que tenham mais de um autor, somente receberão atestado de apresentação de trabalho os inscritos no seminário. Para a apresentação dos trabalhos estarão disponíveis: computador e Datashow. Caso necessite de mais algum equipamento este deverá ser solicitado no momento da inscrição.

Valores

– Até 22 de setembro: R$ 150,00

– Após 23 de setembro: R$ 180,00

– Grupos institucionais acima de 10 pessoas: R$ 110,00

– Professores da UERGS: R$ 80,00

– Alunos da UERGS e da FUNDARTE: R$ 60,00

– Participantes do Polo Arte na Escola da FUNDARTE: R$ 80,00

Obs: Na oficina “Publicações de exercícios visuais” haverá uma taxa extra de publicação, sendo R$ 40,00 por exemplar. Mais informações no setor de comunicação da FUNDARTE.

COMISSÃO ORGANIZADORA

Júlia Maria Hummes – Diretora Executiva

André Luis Wagner – Vice-Diretor Executivo

Priscila Mathias Rosa – Vice-Diretora Executiva

Márcia Dal Bello – Coordenadora de Ensino

Máicon Oliveira de Souza – Coordenador de Eventos

Carine Luisa Klein – Coordenadora do Órgão de Rádio e TV

Assessoria: Patriciane Born (Artes Visuais), Gisele Flach (Música), Ana Denise Ulrich (Teatro), Débora Brandt Alencastro (Dança) e Sandra Rhoden (Arte na Escola)

COMISSÃO CIENTÍFICA:

FUNDARTE: Profª Me. Patriciane Born, Profª Esp. Débora Brandt Alencastro, Profª Me. Gisele Flach, Profª Me. Sandra Rhoden, Profª Me. Marcia Pessoa Dal Bello

UERGS: Profª Dra. Cristina Rolim Wolffenbuttel, Prof. Me. Alexandre Birnfeld, Prof. Me. Carlos Mödinger

UFPel: Profª Dra. Ursula Rosa da Silva, Profª Dra. Mirela Meira, Profª Dra. Eduarda Duda Gonçalves

 

A inscrição será realizada através do site da FUNDARTE onde constam as instruções para o pagamento: http://www.fundarte.rs.gov.br

Festival O Boticário na Dança – SP

Trazendo um panorama da diversidade da arte no mundo, começa hoje em São Paulo, a segunda edição do Festival O Boticário na Dança. Com oito companhias – quatro nacionais e quatro internacionais – o Auditório Ibirapuera na capital paulista abre a programação, que ainda ocupa o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Teatro Guaíra em Curitiba e pela primeira vez chega ao Recife, no Teatro de Santa Isabel.

Além dos espetáculos, o Festival também oferece a bailarinos brasileiros, workshops gratuitos elaborados pelas companhias internacionais participantes. As aulas acontecem em paralelo ao evento e permitirão aos participantes conhecer novas técnicas e linguagens com escolas de referência mundial.

A programação completa do Festival O Boticário na Dança você confere aqui.

São Paulo – SP

Data: 29 de abril a 4 de maio
Horário: 21h
Local: Auditório Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera
Ingressos: R$ 20. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do auditório ou pelo site www.ingressos.com.br
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal. Espetáculo aberto ao público no Parque Ibirapuera, dia 4, a partir das 18 horas.

Rio de Janeiro – RJ
Data: 30 de abril a 4 de maio
Horário: 21h
Local: Theatro Municipal – Praça Marechal Floriano, s/n – Centro
Ingressos: De R$ 10 a R$ 60. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site www.ingressos.com.br
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Curitiba – PR
Data: 5 a 7 de maio
Horário: 21h
Local: Teatro Guaíra – Rua Quinze de Novembro, 971 – Centro
Ingressos: de R$ 20 a R$ 60. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site www.tguaira.pr.gov.br
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Recife – PE
Data: 7 e 8 de maio
Horário: 21h
Local: Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/n – Bairro de Santo Antônio
Ingressos: R$ 60
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.